Espaço reservado à reflexão sobre questões que nos incomodam e nem sempre tivemos com quem nos aconselhar. Reflete a opinião de quem, embora não seja dono da verdade, se esforça por ser um servo fiel dela. Existe algo que sempre o incomodou e que ainda não encontrou resposta satisfatória? Este é o seu espaço, você poderá perguntar o que quiser e eu lhe direi o que penso, embasado na Bíblia Sagrada. Trazer-lhe a Palavra de Deus e tirar a sua dúvida, ajudando-o (a) a refletir acerca de seu dia-a-dia é o que mais desejo. Você pode usar o espaço "comentários" para enviar suas perguntas ou, se preferir, mande-as via e-mail: pr.sandromarcio@hotmail.com e aguarde a publicação da resposta no blog.
Que Deus nos ajude!

sábado, 7 de agosto de 2010

Quem chamava os cristãos de "Os do Caminho"? E por quê?

Em 07/08/2010

Elenice escreveu:
Mais uma perguntinha...
Também ouvi numa pregação recente que os cristãos não eram chamados de "os do caminho" por si mesmos e sim pelas outras pessoas. Gostaria de saber por que eram chamados assim. Qual era o significado dessa expressão e o motivo pelo qual era usada. Muito obrigada!

Resposta:

Querida Elenice,
Na verdade não há nenhuma indicação direta de que os inimigos do Evangelho o tenham chamado de “O Caminho”, pelo contrário, o que os seguidores de Jesus chamavam de "O Caminho", os opositores chamavam de seita.
Veja o que disse o apóstolo Paulo em sua defesa, diante de seus acusadores:
"Nem te podem provar as acusações que, agora, fazem contra mim. Porém confesso-te que, segundo o Caminho, a que chamam seita, assim eu sirvo ao Deus de nossos pais, acreditando em todas as coisas que estejam de acordo com a lei e nos escritos dos profetas, tendo esperança em Deus, como também estes a têm, de que haverá ressurreição, tanto de justos como de injustos. Por isso, também me esforço por ter sempre consciência pura diante de Deus e dos homens". Atos 24: 13-16

Outras referências (todas de Atos dos Apóstolos):
Atos 9:2 e lhe pediu cartas para as sinagogas de Damasco, a fim de que, caso achasse alguns que eram do Caminho, assim homens como mulheres, os levasse presos para Jerusalém.
Atos 18:25 Era ele instruído no caminho do Senhor; e, sendo fervoroso de espírito, falava e ensinava com precisão a respeito de Jesus, conhecendo apenas o batismo de João.
Atos 18:26 Ele, pois, começou a falar ousadamente na sinagoga. Ouvindo-o, porém, Priscila e Áqüila, tomaram-no consigo e, com mais exatidão, lhe expuseram o caminho de Deus.
Atos 19:9 Visto que alguns deles se mostravam empedernidos e descrentes, falando mal do Caminho diante da multidão, Paulo, apartando-se deles, separou os discípulos, passando a discorrer diariamente na escola de Tirano.
Atos 19:23 Por esse tempo, houve grande alvoroço acerca do Caminho.
Atos 22:4 Persegui este Caminho até à morte, prendendo e metendo em cárceres homens e mulheres,
Atos 24:22 Então, Félix, conhecendo mais acuradamente as coisas com respeito ao Caminho, adiou a causa, dizendo: Quando descer o comandante Lísias, tomarei inteiro conhecimento do vosso caso.

Como podemos ver, na defesa de Paulo e na narrativa de Atos, esta era uma das maneiras que Paulo e Lucas, autor de Atos, gostavam de tratar quando se referiam ao Cristianismo. Este nome se encaixa perfeitamente ao pensamento de que pertencer ao povo de Deus é trilhar o caminho apertado que conduz à vida (Mt 7:14); é dirigir os pés pelo caminho da paz (Lc 1:79); é, acima de tudo, seguir a Cristo que é “o caminho, e a verdade, e a vida” (João 14.6). Repare que Jesus, e por conseguinte, o Cristianismo é e será sempre "O" caminho, jamais apenas mais "um" entre tantos!

Contudo, não podemos nos limitar à uma única forma, pois outros nomes também foram usados no Novo Testamento para se referir à reunião dos fiéis em Cristo Jesus; vejamos alguns:
- Igreja: Mt 16:18; 18:17; At 5:11;  8:1;  8:3;  9:31;  11:22;  11:26; 12:1;  12:5;  13:1;  14:23;  14:27;  15:3; 15:4; 15:22; 18:22; 20:17;  20:28, etc. 
- Cristãos: Atos 11:26; 26:28; I Pd 4:16.
- Discípulos: Atos 6:2, 7;  9:1,19, 25; 11:26, etc.
- Irmãos: Atos 1:15; 4:23; 9:30, etc.
- Santos: Atos 9:13, 32, 41; 26:10; Rm 15:25; Efésios 1.1, etc.    

Todavia, é preciso ressaltar que ao chamar o cristianismo ou a igreja cristã de "Caminho" estamos salientando o caráter progressivo e dinâmico da carreira cristã. Ser cristão é muito mais do que relembrar o lindo momento da conversão; é seguir e obedecer a Cristo, na certeza de que o melhor ainda está por vir!

Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Filipenses 3:13,14

23 comentários:

  1. Olá, Querido Pastor!
    Gostei muito da resposta dada. Foi esclarecedora! O que mais me chamou atenção foi que o nome "caminho" aponta para o caráter progressivo e dinâmico da carreira cristã. Nunca havia pensado sob esta ótica. Valeu! Elenice

    ResponderExcluir
  2. Interessante Mano, gostei da sua abordagem, ela confirma que mais pessoas compactuam com a minha maneira de pensar, posta mais, vou estar te acompanhando...

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Muito Obrigado, por sua visita e amável apreciação, queridos leitores!
      Que Deus nos ilumine mais e mais!

      Excluir
    2. Muito boa e esclarecedora a sua resposta meu caro!
      Que Deus continue a te iluminar pela Luz do Seu Rosto e dar entendimento para ensinar e esclarecer dúvidas como esta e outras mais!
      Que o Senhor lhe abençoe muito sempre!

      Excluir
  4. vaso de honra... de onde se originou o termo cristão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conforme escrevi no post, e o irmão Higino confirmou abaixo, o termo Cristão é Bíblico, originário de Antioquia:
      Atos dos Apóstolos 11: 26. e tendo-o achado, o levou para Antioquia. E durante um ano inteiro reuniram-se naquela igreja e instruíram muita gente; e em Antioquia os discípulos pela primeira vez foram chamados cristãos. - Bíblia JFA Offline

      Excluir
  5. Só tem um probleminha, a palavra CRISTAO, quem inventou foi constantinho e jeronimo.
    Na epoca de paulo OS DO CAMINHO nao faziam nem ideia do que era ser cristao.
    Cristao e catolico, OS DO CAMINHO era outra coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi em atos 11 que os discipulos foram pela primeira vez chamado de cristãos, constantino só apareceu bem Depois tipos uns duzentos anos depois de a biblia está prota o final do primeiro seculo

      Excluir
    2. Correto colocar Cristão..
      Bom o termo Cristão e grego..
      Língua essa que os copista traduziram a bíblia pela septuaginta e vulgata que são também termo grego..
      Mas oque encuca e o seguinte:o evangelho da graça tem verso hebrew nasceu em Israel e a língua originária era o hebraico mas tal como o nome do Salvador mudaram para o grego que mudaram para o latim que chegou para nós..
      A letra j foi inventada em 1200 depois do messias e a letra J foi usada a primeira vez 1512 qual era pois o nome nas originais hebraicas? Seria o termo grego Romano latim Cristão?

      Excluir
    3. Sim, irmão Jessé, o termo "cristão" é grego, mas não nos veio pela Septuaginta, que é uma versão grega do Antigo Testamento, e sim do próprio Novo Testamento, como escrevi no post, no comentário é o irmão Higino confirmou no comentário dele.
      Está no livro de Atos dos Apóstolos, escrito originalmente em grego pelo gentio Lucas, o médico amado.
      Atos dos Apóstolos 11: 26. e tendo-o achado, o levou para Antioquia. E durante um ano inteiro reuniram-se naquela igreja e instruíram muita gente; e em Antioquia os discípulos pela primeira vez foram chamados cristãos. - Bíblia JFA Offline

      Excluir
    4. Em Israel no tempo de Jesus, a língua hebraica era restrita ao templo ou a pronunciamentos especiais. Jesus é o povo judeu e galileu em geral conversavam em aramaico. Não havia ainda a letra "J" e o nome de Jesus no Novo Testamento (transliterado) se escrevia Iesus!

      Excluir
  6. Caro leitor, nosso padrão de verdade é a Bíblia Sagrada e assim ela nos diz em Atos 11:26: "tendo-o encontrado, levou-o para Antioquia. E, por todo um ano, se reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa multidão. Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos"; logo, a igreja primitiva, ainda em Atos já recebia com apreciação o nome de "cristãos". Às vezes vemos discussões acerca de se devemos nos chamar cristãos, crentes ou evangélicos, e acabamos por escolher um nome em detrimento do outro. Infelizmente alguns se apropriam de nomes como se fossem só seus e pudessem deste modo excluir os demais; que este não seja o nosso caso; lembremos que todos os verdadeiros crentes em Jesus podem com justiça se chamar, cristãos, crentes, evangélicos, assembléia de Deus, congregação cristã, igreja onde Deus é Amor, Universal (católica), e até mesmo legítimos Testemunhas de Jeová, etc. Apesar de respeitar o direito legal de cada denominação escolher seu próprio título, entendo que não é o nome e sim o testemunho de vida que nos define como verdadeiros servos de Deus!
    Que Deus nos ilumine!!!

    ResponderExcluir
  7. Pr. Sandro fale da localização geográfica da sepultura de Abraao e Jacó. Está em Shechem (NT) ou chevrom (AT)?

    ResponderExcluir
  8. Bom dia, a Paz de Cristo, irmão!
    Conforme atesta Genesis 49:31 e 50:13, Abraão, Sara, Rebeca, Isaque e Lia; e de conformidade com Flávio Josefo (Antiguidades II. 8.2) também os demais filhos de Jacó, com exceção de José, foram todos enterrados na caverna dos Carvalhais de Manre, em Hebrom, terra esta que foi comprada por Abraão, das mãos de Efrom, o heteu. Após a volta de Israel à Canaã, os ossos de José foram enterrados em Siquem, no campo que Jacó havia comprado dos filhos de Hamor (Conforme Josué 24.32).

    Muito mais tarde (Atos 7.16), em seu discurso de defesa, Estêvão trata de ambas as localizações como sendo a mesma, dizendo que Abraão teria comprado o campo de Siquém dos filhos de Hamor. Estêvão fez este resumo histórico minutos antes de ser apedrejado, o que, dado ao momento, torna muito compreensiva e aceitável esta confusão de nomes e lugares, e nem de longe invalida a razão de sua defesa.
    Espero ter contribuído na elucidação da questão!

    ResponderExcluir
  9. Outro nome que deram tbm foi "Seita dos Nazarenos"

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Gostei de sua explanação a respeito pois sempre me chamou a atenção esse referido "Caminho" sempre com letras maiúsculas e só no livro de Atos em alguns versículos. Percebo que era uma maneira dos cristãos serem identificados através do testemunho pessoal e em grupo, da vida que levavam em conformidade com os ensinamentos de Cristo. Creio que os que assim o denominavam embora não tivessem convivido ou mesmo conhecido Jesus Cristo em pessoa mas seus ensinamentos ficavam tão evidentes através da maneira, isto é, do testemunho de vida que Seus seguidores externavam que, de uma maneira poética, o identificavam assim. Aliás a Bíblia Sagrada também é poesia, no mais alto sentido da palavra.

    ResponderExcluir
  12. Gostei da explanação à luz da Biblia, como sagradas escrituras, avancemos no conhecimento da verdade. Deus nos abençoe

    ResponderExcluir
  13. Obrigado pela visita e gentil apreciação, queridos irmãos e amigos!

    ResponderExcluir
  14. O termo Cristão com certeza não foi citado por Paulo, pois Cristo no original é Messias.

    ResponderExcluir